5 cuidados que a grávida deve ter ao viajar

Gravidez

Escrito por:

Seja no período de férias com a família ou um feriado prolongado no trabalho, é hora de viajar, descansar e sair do estresse do dia a dia! Mas estou grávida, será que posso ir? Tomando algumas medidas, se a sua gestação e seu bebê estiverem indo bem, não há problema algum em tirar seu merecido descanso e aproveitar uma viagem sem preocupações. Anote agora 5 cuidados que a grávida deve ter ao viajar:

Atestado

Antes de mais nada, converse com seu médico, assim ele já pode te passar algumas dicas e cuidados nesse período. Se você estiver antes da 28ª semana de gestação, não precisa de atestado médico se você pretende viajar de avião. Da 29ª a 35ª semana, é necessário apresentar o atestado assinado pelo médico responsável. Depois da 35ª semana, além do atestado você precisa assinar um termo de responsabilidade que será fornecido pela companhia aérea. E após a 38ª semana, a companhia aérea só autoriza a viagem com acompanhamento do médico.

Cuidados

Para alguns destinos, algumas vacinas são obrigatórias, mas elas também podem ser prejudiciais ao bebê. Em geral, devem ser evitadas aquelas que forem compostas à base de vírus. Todo cuidado é pouco e seu médico deve ser consultado para você estar resguardada de qualquer doença. Procure se informar também com o seu médico quais medicamentos você deve levar e quais pode tomar caso precise ingerir em situações de enjoos, febres, gripes, cólicas, dores de cabeça, entre outros casos.

Trajes

Durante a viagem, seja de carro, trem, avião ou ônibus, dê preferência para as roupas mais largas e confortáveis. Os sapatos também devem ser baixos e macios, pois com certeza você vai inchar nesse período. Se for possível, levante-se e faça pequenas caminhadas ao longo do período, principalmente se a viagem for mais longa. A meia de suave compressão pode ser uma boa pedida para evitar o inchaço nas pernas e uma possível trombose. Mexa os pés quando estiver sentada e lembre-se de usar o cinto de segurança sempre abaixo da barriga.

Alimentação

Já no destino final, um dos maiores cuidados que uma grávida deve ter ao viajar é com a alimentação. Ela deve ser equilibrada e leve. Evite ingerir frutas expostas ao tempo, frutos do mar, mariscos e carnes cruas. As saladas na rua também devem ser evitadas ou escolhidas com muito rigor, pois você não sabe se elas foram higienizadas de forma adequada. A melhor opção é levar o seu próprio lanche, bem limpo e feito com cuidado. Beba bastante líquido, principalmente água mineral engarrafada, e evite bebidas alcoólicas.

Praia

Se o local escolhido para sua viagem é uma praia, evite ficar muito tempo exposta ao sol, use bastante filtro solar de fator de proteção 30, no mínimo. As mulheres grávidas estão mais propensas a ter manchas na pele por causa dos hormônios. Banho de mar e piscina estão liberados, mas quando estiver no mar, evite ficar de frente para as ondas e também não vá para muito fundo.

Tomando esses pequenos e simples cuidados, viajar grávida não será problema algum, ao contrário, será um momento somente de alegrias, relaxamento e muita diversão.

Vai viajar e tem mais alguma dica? Conte para a gente!

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestDigg thisShare on TumblrShare on RedditShare on LinkedInEmail this to someone
  • Dra. Juliana Torres Alzuguir Snel Corrêa

    (CRM: 5279398-1)
  • Residência Médica em Ultrassonografia Obstétrica e Geral;
  • Ginecologia Infanto Puberal (criança e adolescente);
  • Atua como ginecologista obstetra há 12 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Caro Leitor,

A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.