Entenda sobre o armazenamento de células-tronco do cordão umbilical

Células-TroncoGuias Gratuitos

Escrito por:

Como futura mãe ou pai, você quer sempre tomar as melhores decisões para o futuro dos seus filhos, o que começa muito antes deles nascerem, não é mesmo? Durante a gravidez, uma das dúvidas que surge com frequência é a respeito da coleta e armazenamento de células-tronco do cordão umbilical: vale a pena armazenar? Há uso dessas células? Como é feita a coleta? Mas não é muito caro? Esse material é tão rico como se fala? Como escolher um laboratório confiável?
Interessados no bem-estar da sua família e prontos para ajudar nessa fase de tantas decisões, nós preparamos este kit gratuito com muitas informações interessantes que você lê agora. Tudo o que é colocado neste material está baseado em estudos científicos devidamente publicados e referenciados publicamente.
De forma absolutamente transparente tentaremos tirar todas as dúvidas que você possa ter sobre o que são as células-tronco, como as coletar, se vale o investimento e, principalmente, quais benefícios elas podem trazer hoje e no futuro à saúde do seu bebê e da sua família. Clique no banner e continue a leitura!

 

 

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestDigg thisShare on TumblrShare on RedditShare on LinkedInEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Caro Leitor,

A CordVida produz o conteúdo desse blog com muito carinho e com o objetivo de divulgar informações relevantes para as futuras mães e pais sobre assuntos que rondam o universo da gravidez. Todos os artigos são constituídos por informações de caráter geral, experiências de outros pais, opiniões médicas e por nosso conhecimento científico de temas relacionados às células-tronco. Os dados e estudos mencionados nos artigos são suportados por referências bibliográficas públicas. A CordVida não tem como objetivo a divulgação de um blog exaustivo e completo que faça recomendações médicas. O juízo de valor final sobre os temas levantados nesse blog deve ser estabelecido por você em conjunto com seus médicos e especialistas.